Em 2015, a Luta pela Paz começou a executar o Programa Comunidades Seguras (PCS) em Kingston, Jamaica. O PCS usa uma metodologia de impacto coletivo para integrar múltiplos serviços e atores em pontos críticos de violência urbana, onde a capacidade e os recursos são escassos. Por meio de uma equipe local sediada em Kingston, a Luta pela Paz atua como uma organização de apoio, trabalhando em conjunto com as atores locais para colaborar na redução da violência juvenil.

 

 

 

Ao longo de três anos, uma série de projetos será concebida com base nos Cinco Pilares da Luta pela Paz e envolvendo mais parceiros de todos os setores ao longo do tempo. A equipe da Luta pela Paz na Jamaica atuará como a organização de suporte.

 

O programa está aberto a todos os jovens, com idades entre 7 e 29 anos, que vivem em comunidades afetadas pela violência, mas foca naqueles jovens que estão mais envolvidos na violência.

Todas as parcerias e atividades desenvolvidas nos programas da Luta pela Paz na Jamaica estão alinhadas a uma agenda comum, empregam métricas compartilhadas e são baseadas em uma Teoria da Mudança compartilhada.

A Luta pela Paz na Jamaica

A Luta pela Paz está na Jamaica desde 2014, quando onze parceiros foram selecionados para participar de nosso programa de treinamento. Esses parceiros foram selecionados com base em seu acesso a jovens envolvidos ou afetados pela violência, seu compromisso de adaptar o modelo de esporte para o desenvolvimento da Luta pela Paz para o contexto da Jamaica e sua disposição de colaborar para aumentar sua eficácia e sustentabilidade. Todos os parceiros foram treinados na metodologia da Luta pela Paz na Academia do Rio de Janeiro e passaram por um ano de consultoria em capacitação. Essas organizações posteriormente mantiveram contato umas com as outras e com a Luta pela Paz e conduziram atividades de colaboração em seus programas.

Leia sobre Programa Comunidades Seguras na África do Sul aqui