Um novo futuro

18/01/2018 – Quando era mais nova, Jeanne não tinha interesse em estudar. Aos 13 anos, ela abandonou a escola pois não via a importância dos estudos em sua vida.  Essa é a realidade de muitos jovens moradores de comunidades afetadas pelo crime e a violência.

Buscando minimizar essa situação e ajudar esses jovens a se desenvolverem, a Luta pela Paz oferece 2 cursos voltados para a conclusão do ensino fundamental: o Reforço Escolar e o Novos Caminhos. O primeiro é voltado para crianças que estão com maior probabilidade de abandonar os estudos e busca prepara-las melhor para o ensino médio. O segundo tem como objetivo atender jovens entre 18 e 29 anos, afastados da escola há 2 anos, mas que desejam retornar para que possam ingressar no mercado de trabalho. Equivalente a um supletivo, o jovem conclui o ensino fundamental e ganha um certificado do colégio Daltro, e o ensino médio, da Fundação Roberto Marinho, parceiros da organização.

Grande parte dos jovens matriculados no curso abandonaram a escola para poder trabalhar e ajudar suas famílias. “Temos muitos casos de mulheres que se tornaram mães jovens, saíram do colégio para poderem se dedicar aos filhos e vêm no curso uma oportunidade de concluir os estudos e voltar a trabalhar de forma mais rápida”, conta André Lobo, coordenador do Novos Caminhos.

Hoje, aos 29 anos, Jeanne busca um futuro melhor. Ela é aluna da Luta pela Paz e está cheia de sonhos: “Hoje eu me considero uma pessoa mais madura, mais experiente e sei que preciso estudar para ter um futuro melhor. Depois de concluir o fundamental e fazer o ensino médio, penso em fazer curso técnico de radiologia ou faculdade de educação física. O meu grande sonho é ser mãe, e quando eu for, vou passar para os meus filhos a importância dos estudos”.

Desde sua criação, em 2009, o Novos Caminhos já formou 117 jovens no Ensino Fundamental e Médio.