Sugar passa para a Seleção Brasileira de Boxe

25/04/2017 – Wanderson de Oliveira, também conhecido como Sugar, agora tem 20 anos e entrou na Luta pela Paz há oito anos atrás. Instantaneamente o seu talento como boxeador foi reconhecido e ele começou a participar de campeonatos de boxe, ajudando a sua família inteira com o dinheiro do prêmio que ganhava. A pressão sobre ele, bem como a sua trajetória de vida no esforço de se tornar um boxeador profissional foi documentado no filme Fighting For Peace, lançado em 2015.

Desde então, Sugar nunca desistiu da busca do seu sonho, e em março deste ano foi recompensado com uma convocação para participar da Seleção Brasileira de Boxe. Sugar, que está nesse momento em São Paulo treinando com o time, contou com detalhes este momento transformador na sua vida.

Quando é que percebeu que tinha talento como boxeador?

Eu sempre gostei de boxe, e depois de oito meses treinando, viajava para São Paulo para competir! Viajei para lá, e na minha primeira luta em São Paulo no Gala de Ouro, ganhei no segundo round. Aí eu fiquei mais motivado, passei a treinar mais, percebendo que estava evoluindo como lutador.  

E depois de todo o trabalho árduo, de todo o treinamento, como você se sentiu quando conseguiu entrar na seleção brasileira?

Fiquei muito feliz, fiquei sem palavras… Não acreditei. Foi a melhor coisa do mundo!

Fiquei muito feliz por ter ganhado essa oportunidade de estar representando o Brasil…de mostrar o meu potencial para esse país e mostrar que eu cheguei para vencer. Espero obter bons resultados para o Brasil, representando o nosso país.

Qual impacto tinha a Luta pela Paz na sua vida ?

Para mim, a Luta pela Paz significa oportunidade. É uma enorme oportunidade a todos que entram. Sou muito grato à Luta pela Paz por tudo que fez, e que ainda está fazendo por mim, porque eles ainda estão me ajudando. Agradeço a todos de lá. No meio de alguns conflitos que já tive, eles me apoiaram. Alí é a minha segunda casa. Agradeço muito. Se não fosse pela Luta pela Paz…não sei não. A minha vida seria diferente, sem dúvidas. Sou muito grato a todos na Luta pela Paz.

Quem é a sua maior inspiração ?

Roberto (Custodio). Eu me espelho nele, pelo fato dele ter ficado na seleção há um tempão! Eu sempre tive vontade de entrar para ficar junto com ele aqui. Foi uma pena eu entrar e ele ter saído mas…Ele fez a parte dele. É um bom lutador e tem os meus parabéns. Foi no Roberto que eu me espelhei.

Agora você está em São Paulo, treinando com a seleção. Como vão as coisas aí?

Está tranquilo. Estou conseguindo me adaptar bem aos treinos. Tem dois períodos, de manhã e de tarde, e estou treinando com um dos melhores treinadores do Brasil!

Estou treinando duro para conquistar minhas medalhas fora do país.

Sugar está em São Paulo treinando antes do próximo campeonato. Ele viaja para Porto Rico dia 8 de maio, onde espera ganhar a primeira medalha na etapa nacional. Um verdadeiro herói, nós lhe desejamos muita sorte nas próximas etapas da sua jornada.