A influência dos treinadores em desenvolver o potencial de atletas dentro e fora do ringue

07/09/2017 – Steve O’Keeffe é Coordenador Esportivo na Academia Luta pela Paz de Londres. As experiências que Steve teve como um jovem que cresceu no sudeste de Londres, e o treinamento que ele deu para uma série de jovens em vários esportes, o mostrou a importância crucial que o  treinador tem, não só em nutrir talentos esportivos, mas em desenvolver o seu potencial para muito além da academia:

Eu cresci no sudeste de Londres, cercado por uma cultura de gangues, foi o esporte e um bom treinador que me orientaram. No meu caso, foi a influência de muitos treinadores e do meu professor universitário, que conseguiram mudar a minha atitude em relação à educação e fizeram eu perceber o potencial que eu tinha.

Nas áreas em que a criminalidade e a violência são abundantes, as oportunidades de participar de algum esporte são muitas vezes escassas. Há organizações que fazem um excelente trabalho nas comunidades do centro da cidade, gerando um impacto substancial e eu sinto que isso precisa ser explorado. Para fazer isso, precisamos realmente investir em nossos treinadores e voluntários, educando-os para ver como podemos maximizar o impacto que estamos causando durante o pouco tempo que temos com os jovens que treinamos.

Como podemos ser uma influência positiva para eles? O que nos torna um modelo positivo? Eu acredito que o treinamento em cima da saúde mental e do trabalho juvenil deve ser um dos focos principais para qualquer treinador. Estudei a saúde mental por  muitos anos e acho que entender as dificuldades que algumas pessoas têm, fazem com que eu ajude melhor as pessoas a aprender. Eu sou treinador e assistente social qualificado no nível três e é o trabalho que faço 20 minutos antes e 20 minutos depois de uma sessão esportiva que eu considero o mais importante. Interagindo com os jovens, sabendo como foi o seu dia e os conhecendo melhor. Um treinador precisa entender como lidar com certas situações ou informações que são apresentadas, conhecer os jovens, compreender eles e suas histórias. Mesmo que você tenha apenas uma sessão com eles, é importante causar um impacto em uma pessoa. Pode mudar a vida de alguém.

Se você é treinador em uma comunidade, você tem o trabalho mais importante de todos. O trabalho que você está fazendo incentiva os jovens a permanecer no esporte e a se manterem ativos. Sem esses treinadores, podemos perder a oportunidade de desenvolver a nossa próxima geração de atletas olímpicos. Eles podem parar no caminho e nunca mais terem a oportunidade de competir a nível regional. Eles podem parar no grupo errado e começar a vender drogas muito jovens porque os únicos modelos que tiveram em suas vidas foram os jovens mais velhos que vendiam drogas e ganhavam muito dinheiro com isso. Nossa influência como treinadores pode ter um efeito que repercuta nas próximas gerações. As palavras que eu digo para os jovens com quem eu trabalho diariamente e as palavras que estou dizendo agora para você não são minhas. Elas são as palavras dos treinadores que me influenciaram positivamente, um jovem que cresceu em uma área em que tudo o que eu conhecia era o crime e a violência.

Ao ser um modelo tão positivo, você não apenas afeta a vida da pessoa que você treinou diretamente, mas a vida de várias outras pessoas que a cercam. A família daquele jovem que você está treinando, a escola a qual ele freqüenta, se você o influenciou positivamente e ele continua a participar do esporte em sua vida adulta, ele também pode se tornar um treinador esportivo e transmitir essas mensagens de positividade para as pessoas que ensinam ou se tornar um atleta olímpico e representar o seu país.