Rede
Global

Implementando a metodologia da Luta pela Paz através de organizações parceiras.

A Rede Global atua em diferentes cidades

A Rede Global atua em rede numa mesma cidade

A Rede Global trabalha com organizações de todo o mundo que foram treinadas e receberam consultoria para adaptarem a metodologia da Luta pela Paz para, assim, gerarem impacto positivo em suas comunidades. Esse trabalho é feito através dos seguintes projetos:

Programa Alumni Global (GAP) – oferecido pela equipe da Fight for Peace International, o GAP trabalha com organizações ao redor do mundo.

Rede Brasil – oferecido pela equipe da Luta pela Paz do Rio de Janeiro, a Rede Brasil trabalha com organizações brasileiras.

UK Alumni Programme (UKAP) – oferecido pela equipe da Luta pela Paz de Londres, o UK AP trabalha com organizações do Reino Unido.

Envolvimento de jovens com o crime e a violência

O envolvimento dos jovens no crime e na violência é um problema global que afeta centenas de milhões de crianças e jovens de todo o mundo. Segundo os dados mais recentes, 51 países possuem taxas de mortalidade por causas violentas acima de 10 por 100 mil habitantes (índices considerados epidêmicos segundo as Nações Unidas). Jovens entre 15 e 24 anos são os mais afetados, sejam como vítimas ou agentes.

Como as organizações são selecionadas

As organizações parceiras são selecionadas com base no seu potencial de adaptar a metodologia da Luta pela Paz em suas comunidades, contextos e no trabalho já desenvolvido com jovens em locais afetados pelo crime e pela violência.

Como os programas funcionam

As organizações selecionadas recebem um pacote de 12 meses de apoio que inclui: seis dias de treinamento na metodologia da Luta pela Paz em uma das Academias; 12 meses de consultoria para apoiar a adaptação do modelo, desenvolver a força organizacional e a execução do programa; acesso aos materiais de estudo e organizacionais da Luta pela Paz; construção de redes que permitem a troca e o relacionamento entre organizações; e oportunidades de colaborar com outros membros.

País Número de organizações Jovens apoiados Pilares desenvolvidos
Afeganistão 1 800
Bangladesh 1 3565
Belize 1 66
Botswana 1 1580
Brasil 7 1240
Colômbia* 10 330885
Dominica 1 60
República Democrática do Congo 1 50
Gana 1 800
Grã Bretanha 20 16398
Jamaica* 13 5660
Quenia* 10 8344
Líbano 1 40
México* 10 9998
Irlanda do Norte* 10 7151
Nepal 2 105
Perú 1 56
Serra Leoa* 8 15832
África do Sul* 15 81036
Suriname 1 50
Trinidad e Tobago* 8 644
Uganda 2 5413
EUA 6 795
Zimbábue 1 164

*Os países com mais de sete organizações treinadas de uma mesma cidade, contam com uma atuação estrategicamente ou operacionalmente em rede. São eles: Colômbia, Jamaica, Quênia, Serra Leoa, África do Sul, Trinidad e Tobago, México e Irlanda do Norte.